e n c o n t r o s   d i s c i p l i n a r e s   |   a g o s t o  d e  2 0 1 2

 

núcleo

de artes

visuais

 

|    i n í c i o   |    p r o g r a m a ç ã o   |    p a l e s t r a n t e s   |    i n s c r i ç õ e s    |    o r g a n i z a ç ã o   |   f o t o g r a f i a s

 

 

 

PALESTRANTES     veja o cartaz do evento

 

 

Profa. Dra. Annateresa Fabris (USP)

Professora titular do Departamento de Artes Plásticas da Escola de Comunicação e Artes  da Universidade de São Paulo. Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1969), mestrado em Artes pela Universidade de São Paulo (1977) e doutorado em Artes pela Universidade de São Paulo (1984). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes Teoria e História da Arte Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia, surrealismo, pintura, Portinari e modernidade. Autora, entre outros, de Imagem e conhecimento (São Paulo, Edusp, 2006), Identidades virtuais (Belo Horizonte, Ed. UFMG, 2004) e Futurismo e cubismo no Brasil (São Paulo: FMAL, 199).

 

Profa. Dra. Cristina Freire (USP)

Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1985), mestrado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (1990), mestrado em Museums and galleries management - The City University (1996) e doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (1995). É livre-docente pelo Instituto de Psicologia da USP (2003) e Professora Associada do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teoria da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte contemporânea, teoria e crítica de arte, museu de arte, arte e cidade e exposições de arte. Coordenadora da Divisão de Pesquisa em Arte, Teoria e Crítica do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, no período de janeiro a dezembro de 2005 e a de março de 2006 a agosto de 2010. Desde agosto de 2010 é Vice-Diretora do MAC-USP. Autora, entre outros, de Conceitualismos do sul/sur (São Paulo, Annablume, 2009), Arte conceitual (Rio de Janeiro, Zahar, 2006) e Poéticas do processo (São Paulo, Iluminuras, 1999).

 

Prof. Dr. Francisco Alambert (USP)

Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1991) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1998). Atualmente é membro do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico e professor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Social da Arte e da Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: história da cultura, história da arte, intelectuais, modernismo e critica de arte. Pesquisador-bolsista em Produtividade do CNPQ. Autor, entre outros, de D. Pedro I: imperador cordial (São Paulo, Imprensa Oficial, 2006), Bienais de São Paulo (São Paulo, Boitempo, 2004) e A semana de 22 (São Paulo, Scipione, 1992).

 

Profa. Dra. Glória Ferreira (UFRJ)

Possui graduação em Institut D'etudes Du Développement Economique Et S - Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1976), mestrado em Institut d'Art et d'Archéologie - Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1990) e doutorado em Institut d'Art et d'Archéologie - Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1996). Atualmente é consultora da Jorge Zahar Editor e professora titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teoria da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte, fotografia e vídeo. Autora, entre outros, de Arte contemporâneo brasileño (Santiago, Artedardo, 2009), Escritos de artista – anos 60/70 (Rio de Janeiro, Zahar, 2006) e Crítica de arte no Brasil (Rio de Janeiro, Funarte, 2006).

 

Profa. Dra. Lília Moritz Schwarcz (USP)

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1980), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (1986), doutorado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (1993), livre-docência em Antropologia Social pela USP (1998). Atualmente é professora titular da Universidade de São Paulo (2005), editora da Companhia das Letras (onde coordena coleções de não ficção), membro do advisory group - Harvard University, membro do Conselho Científico do Instituto de Estudos Avançados da UFMG, sócia do IHGB, membro da conselho da Revista da USP, da Revista Etnográfica (Lisboa) e da revista Penélope (Lisboa), coordenadora do GT/ Anpocs de Pensamento Social, de 2007 a 2009. Foi professora visitante e pesquisadora nas universidades de Leiden, Oxford, Brown, Columbia (Tinker Professor) e Princeton, onde é Global Professor até o ano de 2014. Atuou como curadora de uma série de exposições que aliam história, artes e antropologia. Recebeu Bolsa Guggenheim (2006/ 7); medalha Júlio Ribeiro (por destaque cultural e etnográfico) outorgada pela Academia Brasileira de Letras em 2008; a comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico em 2010, foi membro do Advisory group - Harvard University (até 2012), e teve sua palestra selecionada como "John H Parry Lecture at Harvard of 2010". Tem experiência na área de Antropologia e História, com ênfase em Antropologia das Populações Afro-Brasileiras, Marcadores da Diferença e História do Império brasileiro, dedicando-se principalmente aos seguintes temas: Brasil monárquico, escravidão, construções simbólicas, história da antropologia, etnicidade, construções imagéticas e identidade social. É pesquisadora 1A do CNPq desde 2010. Autora, entre outros, de As barbas do imperador (10. ed, São Paulo, Cia das Letras, 2009), O sol do Brasil – Nicolas Taunay (São Paulo, Cia das Letras, 2008) e Oito vezes fotografia (São Paulo, Cia das Letras, 2008).

 

Profa. Dra. Marize Malta (UFRJ)

Possui graduação em Arqiutetura e Urbanismo pela Universidade Santa Úrsula (1985) , especialização em História da Arte e Arquitetura no Brasil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1992) , mestrado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (2009) . Atualmente é Professor adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Membro de corpo editorial da Arte & Ensaio (UFRJ). Tem experiência na área de Artes , com ênfase em história da arte, atuando principalmente nos seguintes temas: Decoração no século XIX, ambientes domésticos, cultura visual, Rio de Janeiro. Autora, entre outros, de Novas perspectivas para o estudo da arte no Brasil de entresséculos - 195 anos de Escola de Belas Artes (Rio de Janeiro, EBA-UFRJ, 2012), O olhar decorativo: ambientes domésticos em fins do século XIX no Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Mauad X / Faperj, 2011) e O ensino artístico, a história da arte e o museu D. João VI (Rio de Janeiro, Escola de Belas Artes - UFRJ, 2010).

 

Prof. Dr. Paulo Knauss (UFF)

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1987), mestrado em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (1998), tendo realizado pós-doutorado na Universidade de Estrasburgo, França (2006). Desenvolve pesquisas na área de História sobre as relações entre Memória e Patrimônio Cultural, explorando os campos da história da arte, história da imagem, história da cartografia, história oral, história urbana e historiografia. É professor do departamento de História e do Laboratório de História Oral e Imagem da Universidade Federal Fluminense e exerce a função de Diretor Geral do Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro. Autor, entre outros, de Revistas ilustradas (Rio de Janeiro, Mauad, 2011), Sorriso da cidade: imagens urbanas de Niterói (Niterói Livros, 2003) e Cidade vaidosa: imagens urbanas do Rio de Janeiro (RJ, 7 Letras, 1999).

 

Prof. Dr. Tadeu Chiarelli (USP).

Possui graduação em Educação Artística (1979), Mestrado (1989) e Doutorado (1996) em Artes pela Universidade de São Paulo. Prestou concurso para Livre-Docência, em 2005, e para Professor Titular, em 2010, também pela USP. Professor junto ao Departamento de Artes Plásticas, leciona na Graduação e Pós-Graduação. Orientador junto ao Programa de Pós-Graduação de Artes Visuais. Área de Concentração: Teoria, Ensino e Aprendizagem da Arte; Linha de Pesquisa: História, Crítica e Teoria da Arte. Atuação: História da Arte, Teoria da Arte, Crítica da Arte, Arte e Fotografia, Arte Brasileira Contemporânea. Entre 1996 e 2000 foi Curador-Chefe do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Entre agosto de 2007 e maio de 2010 foi Chefe do Departamento de Artes Plásticas. Coordena o Centro de Estudos Arte&Fotografia e o Grupo de Estudos em Crítica de Arte e Curadoria, ambos no Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP. Em abril de 2010 foi nomeado Diretor do Museu de Arte Contemporânea da USP. Possui bolsa produtividade CNPq (Nível 2), desde 2009. Autor, entre outros, de Pintura não é só beleza: crítica de arte de Mário de Andrade (Florianópolis, Letras Contemporâneas, 2007), Nelson Leirner (São Paulo, Takano, 2002) e Um jeca nos vernissages (São Paulo, Edusp, 1995).

 

 

 

 

O QUÊ?

 

I Simpósio de História e Arte, com o tema "Encontros disciplinares".

 

QUANDO?

 

29 a 31 de agosto de 2012.

 

ONDE?

 

Salão Nobre do Setor de Ciências Jurídicas, UFPR, Praça Santos Andrade, nº 50, Centro, Curitiba-PR

 

REALIZAÇÃO

 

Grupo de pesquisa: Núcleo de Artes Visuais - NAVIS (CNPq)

 

Linha de Pesquisa: Intersubjetividade e pluralidade: reflexão e sentimentos na história, Programa de Pós-Graduação em História – PGHIS/UFPR

 

FINANCIAMENTO

 

Capes

 

CONTATO:

 

simposio.historiaearte@gmail.com